A literatura que nos diverte e conforta | Bloguito - O blog do Varejito

A literatura que nos diverte e conforta

avelhinha-150x150

A literatura leva alegria para a alma. Isso é um fato! E quando ela, além de levar diversão e curiosidades, também pode ser um canal de comunicação para falar de assuntos mais delicados na fase infantil, como a perda de alguém muito querido? Pois é, o livro pode ser um grande aliado nestas horas. Hoje temos três dicas bem interessantes.

A Velhinha Que Dava Nome às Coisas, de Cynthia Rylant (Editora Brinque-Book). Beto é o carro, Frida é a poltrona e Glória é sua casa. A velhinha dava nome a tudo que sabia que duraria mais tempo do que ela. Até o dia em que um cachorro de rua insiste em ser cuidado por ela e ela pensa se não é melhor aceitar o carinho dele, em vez de se trancar na solidão para não sofrer com a perda. A partir de 8 anos.

Tempos de Vida, de Bryan Mellonie e Robert Ingpen (Global Editora), com tradução de José Paulo Paes, clareia a poesia sobre o que é a vida: começo e fim e o meio é o viver. É assim com as plantas, com os animais, os insetos e as pessoas. Umas vivem mais, outras menos, mas a mensagem é uma: morrer é tão parte da vida como nascer. A partir de 5 anos.

Vovó Nana, de Margaret Wild e Ron Brooks (Editora Brinque-Book). As porquinhas Vó Nana e Neta moram juntas, cozinham juntas, limpam a casa juntas, passeiam juntas. Mas, um dia, Nana adoece e Neta percebe que curtir os últimos momentos com a companheira é mais importante do que chorar pela morte. A partir de 5 anos.

E como também estamos na semana em que se comemora o Dia do Inventor, não podemos deixar esse tema de fora e temos duas dicas de leituras:

Inventores e suas Ideais Brilhantes, de Dr. Mike Goldsmith, da Cia das Letras, fala como a vida de hoje é infinitamente diferente daquela dos nossos ancestrais da pré-história, e isso graças a pessoas curiosas e engenhosas que gastaram muito tempo estudando e criando coisas: os inventores. Seja aqueles que tiveram uma ideia pela primeira vez; seja os que conseguiram executá-la antes de todo mundo e fizeram a primeira versão de algo; seja quem patenteou a criação – juntos, eles bolaram uma boa parte dos inventos mais importantes do mundo. Neste livro, conhecemos a história de dez homens e suas invencionices: Arquimedes e as roldanas, máquinas de guerra e o sistema solar; Leonardo da Vinci, suas máquinas voadoras e seus submarinos; James Watt e os motores a vapor; George Stephenson, as locomotivas, ferrovias e lampiões; Thomas Edson, a lâmpada e o toca-discos; Alexander Graham Bell, o telefone e os gravadores de som; os irmãos Wright e suas máquinas de voar; Guglielmo Marconi, seus sistemas de antena e as transmissões de rádio; John Logie Baird, a televisão em cores e em 3-D.

Ao apresentar curiosidades sobre a vida e a obra de cada um deles, por meio de textos divertidos e pequenas tiras de história em quadrinhos, o livro não só explica de que modo foram inventadas todas essas engenhocas como também fala sobre a época em que viveram esses homens, abarcando diferentes disciplinas, como física, biologia e história. E como sempre haverá muito a ser descoberto, no final do volume um pequeno guia mostra o que é preciso fazer para se tornar um inventor morto de fama.

O Guia dos Curiosos – Invenções (Panda Books) é o sétimo título da consagrada coleção “O guia dos curiosos”. O novo título, lançado em 1997 como O livro das invenções, foi totalmente atualizado e reformulado. Há 300 verbetes inéditos. Ganhou mais páginas, mais ilustrações e muito mais curiosidade.

O livro é dividido em duas partes. A primeira traz a história de inventos que fazem parte de nosso dia a dia, como os talheres, as roupas, os móveis, os aparelhos eletrônicos, os meios de transporte. No meio disso tudo, o leitor ainda se diverte com as invenções que não deram certo e as maiores loucuras dos inventores. Aproveita também para conhecer os brasileiros que se deram bem na difícil arte da criação.

Na segunda parte, O guia dos curiosos – Invenções apresenta a história de marcas e empresas famosas, como OMO, Coca-Cola, Nike e muito mais. Conta como elas nasceram, qual é a origem do nome e o surgimento de seus principais produtos.

 

 

Veja também:

Deixe seu Comentário!


Receba nossa Newsletter

    • RSS
    • Facebook
    • Twitter
    • Youtube

    Aprendendo os númer

    E é justamente na área matemática que está o ...

    Como acontece a dese

    São desta maneira devido ao clima e outros fatores ...

    A rainha da ciência

    Ela desafiou sua época, quando apenas homens frequentavam a universidade. ...

    Ciências, narrativa

    Prova disso é a busca cada vez mais difundida ...

    Palavras de origem a

    O mesmo pode-se dizer com relação à língua portuguesa, ...

    Twitter updates

    Biruta
    Telecurso
    Companhia das Letras
    Editora alaúde
    Editora Peirópoles
    Franco Editora
    Global Editora
    Panda Books
    Projeto Editora
    Editora Líbris
    Editora Melhoramentos
    Editora Líbris