Dicas

Confira quatro riscos do uso excessivo de telas

Apesar de grandes aliadas nas tarefas do dia a dia, o uso excessivo de telas pode trazer problemas de ordem física e até afetar a saúde mental. E os professores sentiram isso de perto no último ano. Não foi fácil e as consequências estão cada vez mais visíveis na vida desses profissionais. Hoje vamos listar quatro riscos do uso constante de telas. 

1 – Problemas visuais: O aparecimento de problemas como miopia, astigmatismo e até mesmo hipermetropia podem ser relacionados ao uso excessivo de telas. A perda de qualidade visual, também conhecida como vista cansada, é outro problema bastante comum em adultos que fazem uso de telas por tempo prolongado, ao longo do dia todo.

2- Dor de cabeça: Sentir dor de cabeça ao fim do dia também pode ser um reflexo do uso excessivo de telas. A exposição constante à luz pode ocasionar sensibilidade, fotofobia e provocar cefaléia tensional, além de agravar casos de enxaqueca.

3 – Diminuição da capacidade de concentração e da qualidade do sono: A capacidade de concentração e a qualidade do sono também podem sentir os impactos do uso excessivo de telas. Isso porque a luz das telas induz o organismo a bloquear a produção de melatonina.

4 – Dependência virtual: O uso excessivo de telas pode causar quadros de dependência. Trabalhando em casa é comum que as pessoas extrapolem os períodos convencionais de trabalho, levando a uma rotina mais intensa e estressante. Até porque depois das aulas é preciso preparar novos conteúdos e o professor termina ficando muito tempo conectado. 

Uma dica na hora de usar no computador é controlar a luminosidade. Deve-se evitar usar a tela com brilho máximo ou excessivamente baixo. O modo tela escura também pode ajudar. Nele, a tela vai estar na maior parte sem emissão de luz de forma tão agressiva e os caracteres são responsáveis por essa luminosidade. O modo tela escura pode ser usado durante todo o dia, não somente à noite, como muita gente acredita. No começo, para muitas pessoas, isso pode ser estranho, mas aumenta a produtividade e diminui o cansaço.

Professores, como vocês têm lidado com as telas? Conta para a gente!

Dica de livros: Como criar filhos na era digital

Brincar, nos dias de hoje, não é mais uma experiência física e criativa usando brinquedos e imaginação — é algo que agora envolve ficar sozinho por horas sentado em frente a uma tela. Os pais têm que lidar com crianças que não os escutam, que são incapazes de se concentrar por muito tempo, que se recusam a fazer a lição de casa e que batalham constantemente por mais tempo de tela. Este é o livro de que todos os pais precisam para navegar esse novo mar digital, que tem imposto problemas inéditos no dia a dia. Em Como criar filhos na era digital, a psicóloga dra. Elizabeth Kilbey oferece conselhos acessíveis e práticos sobre como “desconectar” seu filho de seu dispositivo para que seu tempo on-line não se torne excessivo e prejudicial e para que nós, como pais, possamos nos conectar com os nossos filhos.

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5206 ms: Connection timed out