Curiosidades

Crianças pesquisadoras podem ser futuros cientistas

Na vida adulta, quando chegamos ao ensino superior, uma das maiores dificuldades é quando nos deparamos com o “monstro do TCC”. Isso porque, na maioria das vezes, não somos estimulados a ter o interesse pela pesquisa desde cedo. A iniciação científica faz com que a meninada aprenda a identificar problemas, levantem hipóteses e desenvolvam métodos científicos. Isso, com certeza, no futuro levará o país a ter um número maior de pesquisadores e, na faculdade, haverá menos dificuldades para trabalhar com uma pesquisa científica. Tudo isso pode impactar de forma positiva em nossa sociedade. Afinal, estudos apontam que as nações que investem em pesquisa científica, possuem uma tendência a desenvolver novas tecnologias e gerar novas descobertas de produtos e patentes.

Vale destacar que o número de patentes é um dos fatores que refletem o grau de inovação de um país, o que também influencia no fator econômico e social.Mas não precisamos esperar chegar ao curso superior para começar a pesquisar. Isso pode ser feito já na infância, onde as crianças sejam incentivadas desde cedo a serem pequenos cientistas.E como começar? Inicie por pequenas pesquisas, ensinando aos poucos métodos de pesquisa simples, a formularem objetivos, justificativa, etc. Enfim, todo os passos de projeto de pesquisa simples. Com poucas páginas. Não faça tudo de uma só vez.

Comece com temas que sejam de grande interesse dos pequenos, que sejam observados na própria sala de aula. Fale de grandes inventores e cientistas que descobriram grandes feitos e foram responsáveis por grandes benefícios à humanidade, como Louis Pasteur, Albert Einstein, Isaac Newton, entre outros. Tudo isso pode ser leva-los a descobrir um universo de possibilidades, ainda estimulando-os a gostar de estudar.

A pesquisa ainda contribuirá para o aprendizado e cognição dos pequenos, e fará com que eles sejam mais questionadores e a refletirem sobre os assuntos. Dê espaço à imaginação e criatividade deles, leve-os à biblioteca apresente livros científicos, enciclopédias ou ensine a pesquisar e encontrar fontes e bibliografias através da internet.

Outra forma é convidar especialistas, pesquisadores para falar sobre um tema escolhido e estimular-lhes a fazerem perguntas sobre determinados assuntos, formulando questionamentos. Uma boa ideia é começar estudando a vida e os tipos de insetos, de mamíferos, de plantas, de flores, a colecionar folhas e fazer recortes e colagens, mostrando as diferenças e afixando num quadro ou cartolina. Crianças são curiosas por vida e possuem sede de conhecimento quando pequenas. Vamos criar futuros grandes cientistas?

A etapa técnico-científico informacional que a humanidade está atravessando e a ascensão dos meios de comunicação tem facilitado o acesso às informações, desse modo, podem ser usados como base de pesquisas: livros, revistas, artigos científicos, enciclopédias, documentários, entrevistas, internet entre outras.

A pesquisa na escola não deve ter apenas o objetivo de ocupar o aluno, de modo que o mesmo não fique sem fazer nada em casa, sua finalidade vai além, formar pessoas curiosas acerca do que se passa no mundo, assim, por meio dessa busca, o conhecimento será construído pelo próprio educando.

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5205 ms: Connection timed out