Curiosidades

Os faraós mais famosos do Egito

Os faraós eram os reis do Antigo Egito e tinham status de deuses. A imagem que temos dos faraós vem, em grande parte, daquela que nos é dada pelas grandes produções do cinema, onde o faraó aparece como um monarca todo poderoso que governa de modo absoluto, rodeado de uma corte de servos e obrigando uma multidão de escravos a construir monumentos em sua honra.

Mas na vida real não era bem assim. Ainda que muitos dos faraós tenham sido, sem dúvida, déspotas – a ideia da monarquia absoluta tem aqui os seus primórdios – a verdade é que este termo abrange uma grande variedade de governantes, de índoles e interesses diversos.

Em cerca de três mil anos de tradição faraônica, passaram pelo trono do Egito homens e mulheres com aspirações bem diferentes. Desde os misteriosos construtores das pirâmides de Gizé, ao poeta místico Akhenaton, passando pelo lendário Ramsés II.

Se estudarmos os reinados desses faraós vamos encontrar toda uma diversidade de indivíduos que, no seu conjunto, governaram uma das mais importantes civilizações humanas.

Mas quais se destacaram? Vamos conhecer agora:

Tutmés I – conquistou boa parte da Núbia e ampliou, através de guerras, territórios até a região do rio Eufrates.

Tutmés III – consolidou o poder egípcio no continente africano após derrotar o reino de Mitani.

Ransés II – buscou estabelecer relações pacíficas com os hititas, conseguindo fazer o reino egípcio obter grande desenvolvimento e prosperidade.

Tutankamon – o faraó menino, governou o Egito de 10 a 19 anos de idade, quando morreu, provavelmente assassinado. A pirâmide deste faraó foi encontrada por arqueólogos em 1922. Dentro dela foram encontrados, além do sarcófago e da múmia, tesouros impressionantes.

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5208 ms: Connection timed out