Atividades Dicas

Vamos andar de skate?

layout_facebook_140708_1Nos parques e praças é sempre possível ver crianças, jovens e até adultos andando de skate. E nesse mês de férias a prática desta atividade aumenta. E se engana que esse esporte é apenas praticado por meninos, as meninas já invadiram o espaço, antes muito restrito ao mundo masculino.

E você já teve vontade de aprender a andar de skate, mas caiu antes mesmo de conseguir andar para frente? Só te digo uma coisa, isso não é motivo para desistir. Algumas pessoas têm bom equilíbrio, mas outras precisam de dicas para não cair. Pensando nessas pessoas, temos um passo a passo para manter o equilíbrio em cima das prancha com rodinhas.

Passo 1 – Escolha o melhor tipo de skate para você. Existem três diferentes tipos de pranchas: Skateboard, que tem aproximadamente 60 cm de comprimento e 30 de largura. A superfície áspera em cima da prancha aumenta o atrito e facilita manter-se sobre a prancha; A fishboard é um tipo de skate antigo que têm 60 cm de comprimento, mas 45 de largura. Ele é incrivelmente pesado e as rodas são montadas muito mais perto da parte de trás; Já uma longboard tem entre 100 e 180 cm de comprimento, e 30 de largura. Estas pranchas têm a superfície áspera em partes da prancha e pequenos nichos para as rodas, mais largas e espessas. Estas pranchas são divertidas, mas difíceis de controlar.

Passo 2 – A postura é importante. Todas as formas de se andar de skate requerem que você determine como vai ficar em pé sobre sua prancha. Se seu pé esquerdo está a frente, ou se seu corpo estiver virado para a direita, você está na postura “regular”. Se seu pé direito está para frente, ou seu corpo estiver virado para a esquerda, você está na postura chamada de “goofy”.

Passo 3 – Equilibre-se! Para isso, mantenha o peso nos pés. Fique ereto e afaste as pernas. Dobre os cotovelos e mantenha os braços perpendiculares ao chão. Abaixe o seu centro de gravidade flexionando as pernas.

Passo 4 – Pratique a batida enquanto mantém o seu equilíbrio. Esta parte é a mais difícil, pois envolve tirar um dos pés da prancha para poder empurrá-la contra o chão. Gire o seu pé da frente em 45 graus, para que os dedos fiquem ligeiramente mais à frente que antes. Coloque o peso na frente da prancha. Retire seu outro pé da prancha e mova-o acima e à frente do primeiro pé, com os dedos para frente. Com um movimento único, empurre contra o chão com o pé levantado, fazendo força com a parte frontal da planta do pé. Coloque o pé traseiro novamente na parte de trás da prancha e gire o pé frontal de volta ao lugar. Você pode fazer mais de uma batida por vez.

Passo 5 – Aprenda a cair. Isso é fundamental para você não se machucar.  As dicas são: Se cair de frente mantenha seu corpo virado de lado. Proteja o rosto com os cotovelos. Se a queda for de frente, coloque as mãos para frente como se fosse fazer flexão e vire a cabeça para trás. Dobre os cotovelos. Termine em uma postura de flexão de braço, mas deixe que os cotovelos se dobrem e absorvam o choque. Se cair de costas, mova os cotovelos para trás, deixando-os mais avançados que suas costas. Encoste o queixo no corpo.

E um aviso importante! Use todo equipamento de proteção: luvas, cotoveleiras, joelheiras e capacete.

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5207 ms: Connection timed out