Mulheres que fizeram história na literatura

O dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, é uma data muito importante, não apenas para as mulheres, mas para o mundo. Esta data marca mais de um século de movimentos pela emancipação das mulheres. Foi nesse dia, em 1857, que operárias fizeram marcha em Nova York por redução da jornada e igualdade salarial entre homens e mulheres. Parte dos relatos dá conta de que elas foram trancadas e queimadas após o movimento. Em 1917, na mesma data, trabalhadoras de Petrogrado fizeram greve às vésperas da Revolução Russa. 8 de março, portanto, é um dia que não pode ser passado em branco. E para homenagem as mulheres brasileiras, vamos falar um pouco sobre escritoras que fizeram história na nossa literatura.

A cearense Raquel de Queiroz foi uma tradutora, romancista, escritora e importante dramaturga brasileira. Autora de destaque na ficção social nordestina. Foi primeira mulher a ingressar na Academia Brasileira de Letras. E em 1993, foi a primeira mulher galardoada com o Prêmio Camões, equivalente ao Nobel, na língua portuguesa.

Cecília Meireles, carioca da Tijuca, é uma das grandes escritoras da literatura brasileira. Seus poemas encantam os leitores de todas as idades. No ano de 1939, Cecília publicou o livro Viagem. A beleza das poesias trouxe-lhe um grande reconhecimento dos leitores e também dos acadêmicos da área de literatura. Com este livro, ganhou o Prêmio de Poesia da Academia Brasileira de Letras.

Clarice Lispector, nascida Haia Pinkhasovna Lispector, foi uma escritora e jornalista brasileira, nascida na Ucrânia e naturalizada brasileira. Em dezembro de 1943, publicou seu primeiro romance, Perto do Coração Selvagem, escrito quando tinha 19 anos. A obra de Clarice ultrapassa qualquer tentativa de classificação. A escritora e filósofa francesa Hélène Cixous vai ao ponto de dizer que há uma literatura brasileira A.C. (Antes da Clarice) e D.C. (Depois da Clarice).

A escritora Ruth Rocha é paulista e começou a escrever em 1967, para a revista Claudia, artigos sobre educação. Participou da criação da revista Recreio, da Editora Abril, onde teve suas primeiras histórias publicadas a partir de 1969. “Romeu e Julieta”, “Meu Amigo Ventinho”, “Catapimba e Sua Turma”, “O Dono da Bola”, “Teresinha e Gabriela” estão entre seus primeiros textos de ficção. Ainda na Abril, foi editora, redatora e diretora da Divisão de Infanto-Juvenis. Publicou seu primeiro livro, “Palavras Muitas Palavras”, em 1976, e desde então já teve mais de 130 títulos publicados, entre livros de ficção, didáticos, paradidáticos e um dicionário. As histórias de Ruth Rocha estão espalhadas pelo mundo, traduzidas em mais de 25 idiomas.

Veja também:

4 Respostas até agora.

  1. Regina Maria C. Ferreira disse:

    MUITO BOM O CONTEÚDO SOBRE O DIA DAS MULHERES.

    • Bloguito disse:

      Regina, que bom que gostou do nosso conteúdo. Ficamos muito felizes. Buscamos sempre trazer algo diferente para o nosso leitor. Se tiver alguma sugestão de tema para o nosso blog é só nos dizer. :)

  2. sandra disse:

    adorei as dicas espero sempre receber.

Deixe seu Comentário!


Receba nossa Newsletter

    • RSS
    • Facebook
    • Twitter
    • Youtube

    Livro é celebrado m

    Somos mocinho, bandido, bruxa, fada, príncipe ou plebeu. É ...

    Goleiro: a bola é d

    No dia 26 de abril é comemorado o dia ...

    Projeto Mapas Coleti

    O legal é que qualquer pessoa pode participar. O ...

    As obras de Shakespe

    Para começar não poderíamos deixar de falar de Romeu e ...

    A doce paz da Pásco

    Mas esquecem, ou não sabem, da existência da Colomba ...

    Twitter updates

    No public Twitter messages.
    Biruta
    Telecurso
    Companhia das Letras
    Editora alaúde
    Editora Peirópoles
    Franco Editora
    Global Editora
    Panda Books
    Projeto Editora
    Editora Líbris
    Editora Melhoramentos
    Editora Líbris