Curiosidades

Como é feita a digestão humana?

Todas as coisas gostosas que comemos passam por um processo dentro de nós. Vai tudo para a barriguinha e depois se transforma em cocô. Mas como é que isso acontece? Bom, esse caminho todo dentro do corpo humano se chama digestão. E o que é a digestão? É o processo pelo qual os alimentos são quebrados, digeridos e transformados em nutrientes em nosso corpo. Quando o alimento é quebrado ele passa por dois processos: a digestão mecânica e química. A mecânica consiste em quebrar em pequenos pedaços, com o intuito de facilitar a atividade das enzimas na digestão química, que divide os alimentos em moléculas, para que então, nossas células possam usufruir dos nutrientes necessários para deixar o corpo funcionando bem.

De maneira geral, o sistema digestivo é formado pela boca, faringe, esôfago, estômago, intestino e ânus. A digestão começa na boca, onde os nossos dentes trituram tudo, ou seja, a mastigação junto com a saliva começa a dissolver os alimentos. É aí que se forma o bolo alimentar. Em seguida, deglutimos e este passa pela faringe, que tem a função de contrair o bolo e encaminhar para o esôfago. Começa, então, o movimento peristáltico, em direção ao estômago. No estômago, esse bolo alimentar recebe o suco gástrico, que contém ácido clorídrico, que deixa o pH ácido. Essa acidez provoca a ação da enzima pepsina, quebrando quimicamente os alimentos.

Do estômago, a próxima etapa da viagem do alimento é o intestino delgado, que se divide em duodeno, jejuno e íleo. É nesta etapa onde acontece a parte mais importante da digestão, com a absorção de nutrientes. Estes recebem o suco pancreático, enviado pelo pâncreas e a bile produzida pelo fígado. A bile vai ser levada para a vesícula biliar, que é o nosso detergente natural, e vai emulsificar, digerir a gordura. Logo depois, o jejuno e íleo recebem o suco intestinal com diversas enzimas que auxiliam no processo final da digestão. Nesta fase os nutrientes são absorvidos pelo sangue, nutrindo as nossas células. O que sobrou e não foi digerido, a exemplo da água e uma massa cheia de fibras vai para o intestino grosso.

No intestino grosso, há a flora intestinal formada por bactérias boas, que vão fermentar e decompor o alimento, gerando gases. Assim, após esse processo, tudo se transforma em cocô, que se acumulam no reto e são excretados pelo ânus, que é quando a gente sente aquela vontadezinha de ir ao banheiro. Pronto, acabou a digestão!

livro Digestão Nojenta

E que saber mais? A gente sugere a leitura do livro Digestão Nojenta, de Nick Arnold, traduzido por Maria Silvia M.Netto. A obra fala de ciência com uns tequinhos de comida escondidos. ‘Digestão Nojenta’ vai deixar o leitor faminto. O leitor está louco para descobrir quanto xixi a bexiga consegue segurar antes de vazar? Que doenças faz seus olhos sangrar? Por que os astronautas não podem comer feijão durante uma missão espacial? Que parte do cérebro faz a gente vomitar? Se você acha que tem estômago para o lado nojento da ciência, então leia este livro enquanto vamos pondo em pratos limpos o que anda pelas tripas.

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5207 ms: Connection timed out