Dicas

Falsos sinônimos. Você já ouviu falar?

A língua portuguesa é realmente cheia de regras e exceções. E existem palavras e expressões que costumam ser empregadas de maneira inadequada na hora que falamos. Essas palavras apresentam certa similaridade, e por esse motivo, muitas pessoas terminam confundindo e as utilizam como sinônimos.

Para esclarecer esses equívocos que acontecem na fala e na escrita, estamos trazendo alguns exemplos de falsos sinônimos que podem provocar efeitos indesejados na comunicação, entre eles a ambiguidade. Preste atenção nas nossas dicas e não erre mais no português.

Onde x Aonde:

Onde = em que lugar. Expressa ideia de lugar, de permanência:

Onde você estuda?

Aonde = a que lugar. Expressa ideia de movimento, lugar para o qual se vai.

Aonde você vai com tanta pressa?

Todo x Todo o:

Todo = qualquer, cada.

Todo brasileiro tem direito à educação pública de qualidade.

Todo mundo gosta de chocolate!

Todo o = inteiro.

Todo o país ficou comovido com a morte da cantora.

Conflito x Confronto:

Conflito = confusão. Trata-se de uma divergência de posição, de postura, de ideias.

O conflito familiar foi resolvido e todos se entenderam.

Confronto = enfrentamento, combate. Também pode referir-se à ideia de comparação, acareação.

O confronto entre policiais e traficantes deixou várias pessoas feridas.

Postar um comentário

*
*

Pin It on Pinterest