Curiosidades

Lixo, reciclagem e coleta seletiva

Você sabia que um dos grandes problemas da atualidade é o lixo? O homem produz muito lixo e o coloca em diversos lugares: lixeira, terrenos baldios, até no chão. Com isso, resolve o seu problema individual – muitas vezes de forma errada – não se dando conta que as áreas de lixo nas cidades estão cada vez mais escassas e que o lixo jogado em local incorreto favorece o desenvolvimento de animais transmissores de doenças.

Para a prevenção do meio ambiente, o lixo deve ser considerado como uma questão de toda a sociedade. Cada um de nós, brasileiros, produz mais ou menos 500 gramas de lixo todos os dias. Parece pouco, mas é só fazer as contas. Todos os dias, esse lixo vira um bolão de milhões de toneladas. Para resolver esse problemão, a reciclagem é uma solução.

O interessante é que cerca de 35% do lixo coletado poderia ser reciclado ou reutilizado e outros 35% poderiam virar adubo. Ou seja, 70% da poluição do meio ambiente iria se transformar em algo útil e limpo para todo mundo. Mas infelizmente isso ainda não é feito.

Na reciclagem o lixo é tratado como matéria-prima que será reaproveitada para fazer novos produtos. E as vantagens disso são inúmeras: diminui a quantidade de lixo que vai para os lixões, os recursos naturais são poupados, reduz a poluição, além de gerar empregos. Mas antes de reciclar é preciso separar os tipos de lixo, o que chamamos de coleta seletiva.

Você já deve ter notado que em alguns locais o lixo é separado por tipo, como papel, plástico, vidro e lixo orgânico. Pois bem, isso é uma forma de fazer a coleta seletiva, que nada mais é do que organizar, de forma diferenciada, os resíduos sólidos que podem ser reciclados. Em algumas cidades já existe o caminhão do lixo de coleta seletiva e também locais que recebem esse lixo que você separou em casa.

Achamos um vídeo bem legal que trata deste assunto. Vamos ver juntos?

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5207 ms: Connection timed out