Comemorações

Mitologia Nórdica: lendas e crenças dos países do norte da Europa

A mitologia nórdica, também chamada de mitologia germânica, mitologia viking ou mitologia escandinava, é uma coleção de crenças e histórias compartilhadas por tribos do norte da Germânia (atual Alemanha), sendo que sua estrutura não designa uma religião no sentido comum da palavra, pois não havia nenhuma reivindicação de escrituras que fossem inspirados por algum ser divino, como nas mitologias Grego, Romana e Egípcia, como vimos nas semanas anteriores. A mitologia nórdica foi transmitida oralmente principalmente durante a era viking, e o atual conhecimento sobre ela é baseado especialmente nos Eddas, sendo a mais antiga, uma poesia datada de 1056 e a mais moderna, uma prosa, de 1640, e outros textos medievais escritos pouco depois da cristianização.

Com a cristianização dos países nórdicos – Noruega, Suécia, Dinamarca e Islândia, as antigas religiões e mitologias foram sucessivamente sendo substituídas. Entretanto, no no folclore escandinavo estas crenças permaneceram por mais tempo, e em áreas rurais algumas tradições são mantidas até hoje, recentemente revividas ou reinventadas e conhecidas como Ásatrú ou Odinismo. A mitologia remanesce também como uma inspiração na literatura, assim como no teatro, na música e no cinema.

As principais fontes sobre a mitologia nórdica são as duas Eddas:

A Edda em prosa, escrita no início do século XIII, a primeira vista parece um manual para aspirantes a poetas, que lista e descreve os contos tradicionais que deram forma à base de expressões poéticas padronizadas, tais como os kennings. O autor é reconhecido como sendo Snorri Sturluson, o renomado chefe, poeta e diplomata da Islândia.

A Edda em verso, que contém 29 poemas longos, sendo que 11 tratam sobre as divindades germânicas e o resto se referem aos heróis legendários como Sigurd, da Saga de Volsunga. Embora os estudiosos acreditem que esta coleção de poemas tenha sido desenvolvida mais tarde do que a Edda em prosa, é creditado o nome de Edda antiga para esta obra por causa da antiguidade atribuída aos textos.

Além destas fontes, há diversas lendas que sobrevivem no folclore escandinavo, e há centenas de nomes de lugares na Escandinávia cuja origem se encontra nos deuses da mitologia nórdica.

Para saber mais sobre essa mitologia, nós sugerirmos que vejam o vídeo abaixo.

Curiosidade – Ao contrário do que se pode pensar, a Escandinávia não é um país. Ela é uma região geográfica e histórica do norte da Europa e que abrange, no sentido mais estrito, a Dinamarca, a Suécia e a Noruega. Num sentido mais amplo, o termo pode também abranger a Finlândia, as ilhas Feroé e a Islândia.

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5206 ms: Connection timed out