Dicas de Leitura

Leituras e histórias encantadas de Natal

O Natal está chegando! E nada melhor que presentear a meninadas com livros com a temática do Natal. A primeira sugestão é um clássico, o livro Um conto de Natal, de Charles Dickens. Em meio ao frio e à neve da cidade de Londres, à véspera do Natal, todos preparam-se para a celebração do nascimento de Cristo. As donas de casa ocupam-se alegremente com seus assados, os homens, ansiosos, não veem a hora de voltar para casa, e as crianças perdem o sono pensando nos presentes. Apenas uma pessoa não parece feliz com o Natal: o velho Scrooge, homem de negócios sovina, ranzinza e solitário.

um_conto_de_natal

Ele não vê razão para tanta alegria e inquieta-se, apenas, com a folga que terá de dar a seu secretário. Mas ele recebe a visita fantasmagórica de Marley, seu falecido sócio, que se arrepende de ter passado a vida atrás do dinheiro. Ele leva Scrooge em uma viagem inesquecível para tentar salvá-lo enquanto é tempo. Publicada originalmente em 1843, a história da redenção do velho Scrooge é sem dúvida o mais célebre conto de Natal e já foi adaptada para história em quadrinhos, filme, peça teatral, etc., comovendo adultos e crianças de todas as épocas.

misterio_de_natal

A segunda dica é o Mistério de Natal, de Jostein Gaarder. Durante os 24 dias anteriores à noite de Natal, o menino Joaquim acompanha um grupo de peregrinos que voltam no tempo para chegar a Belém, onde vão homenagear um recém-nascido. Uma fábula sobre a tolerância, na qual o autor traça um roteiro histórico do cristianismo.

baile_do_menino_jesus

A última indicação da semana é O baile do menino Deus, de Ronaldo Correia de Brito e Assis Lima. Escrito pelo premiado autor Ronaldo Correia de Brito – de Galiléia, vencedor do Prêmio São Paulo de Literatura – em parceria com o também cearense Assis Lima, a peça Baile do Menino Deus é encenada há 27 anos na época de festas no Nordeste. Em Recife, é vista por pelo menos 60mil pessoas a cada mês de dezembro. Inspirado nos autos do reisado nordestino, o enredo da peça ensina, em especial às crianças, que existe um outro Natal, bem diferente daquele que se vê em lojas e shoppings. A história gira em torno de uma festa que vai acontecer, tendo os brincantes como personagens que seguem de casa em casa e um palhaço, Mateus, conduzindo a narrativa. Com sua estrutura simples, sem rodeios, é uma narrativa que dialoga com as emoções de todo o tipo de pessoa. Na peça de Correia de Brito e Assis Brasil, o Natal não valoriza as compras nem a comilança da festa, mas elege, como foco principal, o Menino Deus e o que ele representa, como símbolo do renascimento e da esperança.

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5208 ms: Connection timed out