Curiosidades

A evolução da televisão

Uma aparelho que evoluiu muito com o tempo foi a televisão. Você deve notar a cada lançamento que é colocado no mercado. Se nos dias atuais a gente já sente as mudanças, imagina quando comparar com os primeiros aparelhos. Então, venha com a gente nessa viagem ao passado porque hoje vamos falar sobre essa evolução.

O mais antigo ancestral da televisão moderna foi a Octagon, feito pela General Electric, em 1928. Nela era utilizada uma tecnologia de disco giratório mecânico para exibir imagens em sua tela de três polegadas. Embora não tenha sido produzida em massa, nela foi exibido o que é considerado o primeiro drama de televisão do mundo: “A rainha do Mensageiro”.

Mas com a evolução da tecnologia, alguns aparelhos foram disponibilizados no mercado e a TV começou a entrar nos lares, a princípio, apenas como brinquedos extravagantes para os ricos. Uma coisa interessante é que a TV foi vendida como um rádio evoluído – assim como o computador inicialmente era a evolução da máquina de datilografia. A propaganda da Cossor Television, em 1936, anunciava no folheto: “Rádio – suas emoções, seus interesses, aumentados cem vezes pela televisão …. O rádio não é mais cego. O comentário mais excitante é feito infinitamente mais emocionante quando você pode ver também!”

A TV Cossor vinha em um armário de madeira e sua tela se escondia por portas quando não estivesse em uso. Essa característica, no entanto, foi aposentada nos designs posteriores com as telas redondas, como em 1949, na Raytheon TV, e as pernas foram embutidas nos anos 50 e 60.

A RCA foi uma das primeiras marcas de TV em cores a surgir nos EUA, ainda nos anos 50. Porém, a tecnologia só de popularizou na década seguinte. Outra evolução se passava nos materiais com que elas eram fabricadas na tentativa de deixá-las mais leve. De lá para cá, as TVs de tubo ganharam espaço, assim como as de tela plana, as de plasma já com imagens em alta definição, as LCDs que não sofrem com o problema de fantasmas e são mais econômicas, as de LED com cores mais vivas e maior vida útil e as ainda não popularizadas OLED e AMOLED – TVS com 3mm de espessura, ainda mais nítidas, claras, econômicas.

No futuro muito próximo ainda teremos as TVs a laser, como a LaserVue TV da Mitsubishi. A expectativa é de que essa nova geração reproduza mais de 90% das cores visíveis para o olho humano e, com isso, tornar a imagem da TV mais fiel a de uma paisagem ao vivo.

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5205 ms: Connection timed out