Curiosidades

A simbologia do peixe na Semana Santa

Mas afinal, por que comemos peixe na Semana Santa? A resposta para a nossa pergunta é super simples: Comer peixe na Semana Santa faz parte da tradição e da devoção cristã. O costume de comer peixe é ligado a uma forma de praticar o jejum e a abstinência, uma prática, ao lado da caridade e esmola, indicada pela Igreja como prática de devoção típica do tempo da Quaresma. 

Durante toda a Quaresma, segundo a igreja, não deveríamos comer carne vermelha alguma. Pois, trata-se de uma alusão ao sangue de Cristo, derramado na cruz por nós. E por isso, é preciso fazer jejum, ou seja, abster-se de carne vermelha. Com o passar do tempo, a tradição foi reduzida a Sexta-feira, também conhecida por Sexta-feira da Paixão.

O peixe, inclusive, foi um símbolo adotado pelos primeiros cristãos. Isso porque a palavra Ichthys ou IXTUS, em grego, significa peixe e representa as iniciais de “Iesus Xristos Theos Huios Sopter” que significa “Jesus Cristo, filho de Deus e Salvador”. De maneira geral, peixe na Páscoa significa Vida.

Naquela época, no início do cristianismo, era comum trocar a carne por queijo, frutas secas e ovos. Também se substitui a gordura comum pelo azeite. Em geral, quando se comia peixe, a preferência era salmão, truta, bacalhau, esturjão ou arenque. Hoje em dia, consumimos o peixe de coco, ao molho, assado, na moqueca, etc. Mas o mais comum mesmo é fazer pratos à base de bacalhau, de maneira mais tradicional. Ou mesmo frutos do mar em geral. Fato é que peixe não pode faltar, nem que seja somente na sexta-feira Santa e não em toda a Quaresma.

E você, gosta de peixe? De bacalhau? Qual a sua receita preferida? Conte pra gente.

Postar um comentário

*
*

Pin It on Pinterest