Curiosidades

A trajetória econômica da produção de cacau no Brasil

No Brasil muitos produtos tiveram uma grande importância na economia do país, como foi o caso do cacau. A produção de cacau no Brasil começou na região amazônica por conta das altas temperaturas e das chuvas abundantes, que são ideais para o crescimento do cacaueiro, e logo depois se espalhou para outras regiões do país.

No século XVIII sementes vindas do Pará começam a ser plantadas no sul da Bahia. No período colonial a exportação do cacau é de grande importância na área amazônica, mas com uma produção muito simples e ainda feita em engenhos (engenhos são pequenas máquinas onde se beneficiava o cacau naquela época). Após ser levado para o sul da Bahia, onde também encontrou excelentes condições como clima e solo, O cacau levou muitos benefícios para a região de Ilhéus, tornando-se a principal fonte de renda do local.

A produção do cacau não tinha mão de obra escrava, sua produção era feita por pequenos grupos familiares. E só no século XIX, o cacau foi deixando os engenhos para um progresso de industrialização, um dos fatos que levou a essa mudança foi a grande procura no consumo de chocolate em outros países do mundo, se tornando de forte expressão econômica no Brasil.

Em 1990 a produção sul baiana sofreu com a “vassoura de bruxa” que, aliada aos preços declinantes do produto no mercado internacional, gerou uma forte crise no setor. Atualmente, a criação da Indicação Geográfica do Cacau Sul da Bahia busca proteger e revalorizar o cacau Superior Bahia, conservar a biodiversidade da Mata Atlântica associada ao plantio de cacau e proteger o acervo patrimonial relacionado ao cultivo do cacau somado ao desenvolvimento sustentável da agricultura e do turismo mediante processos de certificação e marketing territorial.

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5206 ms: Connection timed out