Curiosidades

Frutas estranhas e diferentes

Você é daqueles que só come banana, maçã, laranja, melancia todo dia? Ou pior, nunca come fruta nenhuma? Saia do feijão com arroz e conheça sabores diferentes com formatos e nomes engraçados, mas que podem fazer toda a diferença para a sua saúde. Antes de mais nada, variar os alimentos é uma atitude saudável, pois repõe nutrientes diversos necessários ao nosso corpo.

Não se sabe ao certo quantas frutas existem no mundo. Mas somente no Brasil existem muitas espécies, mais de 300 catalogadas. Algumas são tipicamente brasileiras, como  açaí, sapoti, tamarindo, jaca, jabuticaba, carambola, jambo, cupuaçu, entre outras. Muitas vieram de fora e se adaptaram bem por aqui e já bem conhecidas por nós, como o kiwi, por exemplo.

Mas há algumas que poucos conhecem, ou já ouviram falar ou nunca viram ou não experimentaram. Mas sempre tem uma primeira vez para dar vez aos frutos de aparência curiosa, mas que podem lhe conquistar pelo aroma, sabor e benefícios.

Pouco conhecido, o noni tem aparência de uma pequena graviola. Também é verde, é originário da região de Fiji. Apesar de seu sabor amargo, vale a pena consumir, pois é rico em antioxidantes, é rica em fibras, vitamina A, proteínas, ferro e cálcio. O noni está associado à cura de diversas enfermidades, pois aumenta a imunidade e pode até ajudar a prevenir o câncer.  É um dos principais alimentos de algumas ilhas do Pacífico. Pode ser feito o suco batido com outra fruta, a exemplo da uva.

Outra que é bem semelhante ao noni é a atemóia, que foi uma fruta criada a partir do cruzamento da graviola com a pinha. Possui casca verde e áspera e sua polpa é macia e doce e, claro, tem gosto de graviola e pinha ao mesmo tempo.

De uma beleza delicada, pequena e amarela com uma folhagem singular, a physalis é da região da Amazônia. Tem um sabor doce e cítrico.

Já a lichia, muita gente já conhece, é ligeiramente rosadinha, com algumas protuberâncias espinhosas. Ela tem origem na China e seu sabor é adocicado e perfumado. Seu sabor assemelha-se  ao da pitomba, só que mais doce e carnuda. Bem parecida com a lichia, é o rambutão, que  tem origem na na Tailândia, Indonésia, Filipinas, Suriname, Colômbia, Costa Rica e Cuba. A diferença dela para a lichia é que é mais “cabeluda”.

Por fim, temos a pitaya. É bem exótica, a começar pela cor, que é cor de rosa choque – magenta. Mas também pode ser encontrada na cor amarela. Conhecida como a fruta do dragão, ela é uma espécie de cacto, nativa do México, mas presente na Ásia, América do Norte e América do Sul. No interior é branca com pintas escuras, é rica em vitamina A e C e suas sementes são levemente laxantes.  Seu sabor é adocicado e assemelha-se ao do kiwi.

Mas não pense que parou por aí, temos muitas outras. Pesquise, descubra e experimente, vale a pena conhecer frutas não convencionais!

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5205 ms: Connection timed out