Dicas de Leitura

Histórias de aventuras, viagens e suspense

A indicação da nossa primeira leitura esta semana é o livro O Filho do Grúfalo, de Júlia Donaldson. Apesar das advertências do pai, o filho do Grúfalo sai sozinho pela floresta durante uma noite fria e escura. Seu propósito é encontrar o grande e feio Rato Mau. Mas será que esse tal de Rato Mau, devorador de grúfalos, existe mesmo? Afinal, o que é fantasia e o que é real quando podemos utilizar nossa perspicácia para sobreviver? A inteligência, utilizada como método de sobrevivência por um ratinho indefeso, fez surgir O Grúfalo. Agora, em O Filho do Grúfalo, a criatura inventada pelo pequeno roedor cria outra, num desdobramento criativo e surpreendente.

filho_do_grufalo

A nossa segunda dica é Da minha praia até o Japão, de Márcio Vassallo, ilustrado por Bebel Callage. A forte lembrança paterna, presente nas memórias de infância do narrador-personagem, é revivida com ternura e afeto nessa narrativa criada pelo escritor Márcio Vassalo. Um buraco maior que a praia, cavado na areia pelas mãos seguras e firmes do pai, transportava o menino para o mundo mágico do faz-de-conta onde ele vivia histórias fantásticas e rompia os limites do tempo e do espaço. E pra não deixar nenhum monstro marinho chegar perto, meu pai fazia uma muralha na frente do buraco. Ah, e atrás daquela muralha, eu via o mundo de lado, sem ter que ir ao Japão.(…) Bem, na largura daquele abraço, tudo o que menos me importava era achar alguma resposta. Afinal, o abraço do meu pai, para mim, sempre foi uma resposta, mesmo quando eu não precisava fazer nenhuma pergunta pra ele. Uma história que resgata momentos de encantamento e de aventura – jogos simbólicos – criados pela presença protetora e amorosa do pai.

da_minha_praia

Por fim indicamos a leitura de O portador do fogo, de Bernard Cornwell. Uhtred é o senhor de Bebbanburg e nada nem ninguém ficará no seu caminho para reconquistá-la nesse décimo volume da série Crônicas Saxônicas. A Britânia enfim encontra um momento de paz. Sigtryggr, senhor da Nortúmbria, e a rainha Æthelflaed, senhora da Mércia, chegaram a um acordo e decretaram uma trégua, com o apoio do maior guerreiro da época, Uhtred de Bebbanburg. Uhtred vê então a chance de recuperar suas terras, tomadas por seu tio tantos anos — e agora mantidas por seu ardiloso primo. Mas os inimigos que Uhtred fez depois de tantos anos em guerra e os juramentos que prestou, além de uma rede intrigas, o desviam temporariamente do sonho de recuperar Bebbanburg. E isso abre espaço para o surgimento de um novo inimigo, o temível Constantin da Escócia, que aproveita o clima de incertezas para comandar seu exército para o sul e conquistar terras da Nortúmbria. Porém, Uhtred está determinado, e nada, nem novos nem antigos inimigos, será capaz de mantê-lo afastado de seu direito de nascimento.
portador_do_fogo

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5206 ms: Connection timed out