Dicas de Leitura

Literatura premiada

A qualidade da literatura brasileira é muito boa. E o número de livros que ganham prêmios, nacionais e internacionais, é grande. Então que tal mergulhar no mundo da literatura premiada? Hoje nós selecionamos alguns títulos para diversas faixas etárias.

 

AS LAVADEIRAS FUZARQUEIRAS, de John Yeoman (Ed. Companhia das Letras)

O livro conta a história de sete lavadeiras muito infelizes. Elas tinham montanhas de roupas para lavar, e o dono da lavanderia, seu Baltazar Durão, não era mole! Um dia, decidiram não lavar mais roupa para ele. Ficaram tão felizes por reencontrar a liberdade que ninguém podia mais com elas. Até que sete lenhadores resolveram lhes dar uma lição. Mas os pobres coitados não sabiam do que uma lavadeira é capaz!

 

 

QUE JOÃO É ESSE? QUE MARIA É ESSA?, de Lalau (Ed. Companhia das Letras)

O João não vive sem a Maria. E a Maria, a mesma coisa: precisa do seu João. Se você quer saber que João é esse e que Maria é essa, leia este livro e conheça muitos deles: João-Bobo e Maria-Bonita, João-de-Barro e Maria-da-Toca, João-Chique-Chique e Maria-Chiquinha… É João e Maria pra todos os gostos.

João-deitado e Maria-mole, João-teimoso e Maria-fumaça, João-teneném e Maria-faceira… Vixe, Maria! É João e Maria que não acaba mais. Pensando nessa presença constante das duas palavras entre os nomes que damos aos bichos, plantas, bonecos e até penteados de cabelo, a dupla Lalau e Laurabeatriz criou e ilustrou doze poemas, cada um com uma dupla de personagens.

O resultado é um livro que não só ensina poesia para as crianças pequenas como apresenta curiosidades da cultura brasileira, pois, ao final do volume, um glossário explica o que é e de onde vem cada expressão que aparece nos poemas.

 

MAMÃE É UM LOBO, Ilan Brenman   (Ed. Brinque Book)

O livro conta a história de uma menina que descobriu que poderia fazer um teatro em qualquer lugar. Isso aconteceu quando ela ficou sabendo que o teatro foi criado pelos antigos gregos e que eles apresentavam suas peças ao ar livre. Muitos séculos depois, Isabela descobriu que podia fazer teatro em qualquer lugar. Num sábado à tarde, depois do almoço, algo extraordinário aconteceu na sala da casa dessa menina sonhadora. O que será?

 

2 Comentários

  1. Paulo Vasconcelos da Silva
    Postado em 16 de setembro de 2011 às 13:24

    Maravilha!!!

    Isso representa a renovação e a modernização da nossa literatura.

    • Bloguito
      Postado em 20 de setembro de 2011 às 12:09

      Com certeza Paulo! E temos que incentivar cada vez mais as nossas crianças e jovens lerem. E um evento como este sensibiliza as pessoas para o hábito da leitura. Contamos com a sua presença lá!

Postar um comentário

*
*

Pin It on Pinterest