Dicas

O desafio do professor persiste

Depois de um ano de pandemia, os desafios dos professores na sala de aula continuam. Apesar de toda adaptação necessária, lidar com alunos, pais e criação de conteúdo cada vez mais atrativo, tem tirado o sono dos profissionais de educação. Para Iran Pontes, professor das disciplinas de empreendedorismo criativo e criatividade e inovação, existem alguns pontos que devem ser levados em consideração.

O primeiro é referente a saúde mental, tanto dos alunos quanto dos profissionais. “Os professores estão exaustos”, afirma Iran. Como as aulas na maioria das escolas particulares está no modelo híbrido, é muito mais trabalhoso criar uma aula atrativa para os dois públicos: os que estão presentes na sala de aula e os que estão em casa. “Temos que dar conta de atividades que são passadas na sala de aula, das que chegam pelos sistemas de ensino e e-mails. É muito trabalho e cobrança”, afirma. A interação com os pais e alunos está mais próxima com o WhatsApp e isso também vem deixando os professores sobrecarregados. “Muitos colegas meus saíram de grupos de WhatsApp porque estavam muito cansados. Eu ainda me mantenho, mas é mais um canal focado no trabalho”. 

Os educadores também tiveram que desbravar o mundo digital. Tiveram que aprender a lidar com ferramentas que não faziam parte do dia a dia, como o Meeting, o Classroom, o Zoom, etc. “Isso também causou muito estresse”, afirma Iran. 

Engajar o aluno também é um desafio enorme. Os adolescentes têm dificuldade de participar das aulas remotas. Não ligam a câmera, não gostam de falar no microfone e isso torna um desafio muito grande para o professor. “Eu sou professor de turmas do nono ano do ensino fundamental e do primeiro e segundo ano do ensino médio, e noto isso. Eles não querem aparecer, é uma característica desses estudantes”.  

Apesar de todos os desafios, Iran acha que a pandemia levou o professor para um momento de despertar. “Tivemos que sair da nossa zona de conforto. Em uma aula digital não cabe mais trabalhar conteúdos só de forma expositiva. As aulas foram reinventadas”, finaliza. 

Você tem observado de perto como são as aulas dos seus filhos? Notou as mudanças que aconteceram na escola? Conta para a gente.  

Postar um comentário

*
*