Dicas

O que é cultura maker?

Se você é professor com certeza tem escutado muito o termo “maker”. Mas o que exatamente é isso? Se procurarmos no dicionário o termo maker, veremos que está relacionado ao “fazer”, é aquele que faz. Porém, ser um maker é muito mais que isso. O termo está ligado a uma forma de fazer, a uma atitude.

Nos últimos anos o movimento maker propôs o resgate da aprendizagem “mão na massa”, trazendo com ele o conceito “aprendendo a fazer” que, aplicado ao ambiente escolar, tem como objetivo promover e estimular a criação, a investigação e a resolução de problemas pelos alunos. E é exatamente essa forma de aprender que proporciona um pensamento “fora da caixa”, conectando ideias desconectadas, usando ao máximo, qualquer tipo de recurso.

Ser maker é olhar um problema e elaborar um projeto criativo para resolvê-lo. É explorar possibilidades, sendo curioso, resiliente, experimentador. É errar e aprender com os erros. Uma pessoa maker é aquela que, por meio da curiosidade, busca ajuda e tem uma atitude de abertura para troca com outras pessoas. E essas são características que estão muito relacionadas com competências e habilidades que é preciso desenvolver dentro da sala de aula. E você, já experimentou uma aula maker com os seus alunos?

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5224 ms: Connection timed out