Curiosidades

Palavras japonesas originária da língua portuguesa

Como é que duas línguas tão diferentes se unem em algum momento? Existem diversos fatores para isso. Em 1543, os Portugueses chegaram à ilha de Tanegashima, sendo os primeiros europeus a estabelecerem contato com o Japão. Durante o século XVI foi grande a influência portuguesa no país.

Os japoneses, curiosos e ávidos de conhecimento, no contato com os portugueses, passaram a ter contato com diversos produtos e técnicas que até então desconheciam. Foi com os portugueses que eles enriqueceram a sua dieta alimentar, melhoraram as técnicas metalúrgicas, de construção naval e meios de navegação. Adquiriram novas noções estéticas e diferentes estilos artísticos, a pintura a óleo, a matemática, a geografia, a engenharia, e a música; passaram a conhecer e a usar o relógio, o vidro, os espelhos e a lã; experimentaram um novo tipo de farmacêutica e medicina; conheceram um novo estilo urbanístico e importaram invenções revolucionárias como a espingarda, e com ela o uso da pólvora, e os óculos.

E na língua não foi diferente. Os português influenciaram e muito! Confira abaixo:

Algumas palavras japonesas de origem portuguesa:

Bateren (padre)
Battera (bateira)
Bidoro (vidro)
Birodo (veludo)
Botan (botão)
Buranco (balanço)
Joro (jarro)
Juban (gibão)
Karuta (carta)
Kappa (capa)
Konpeito (confeito)
Kirisutan (cristão)
Oranda (Holanda)
Orugan (Orgão)
Pan (pão)
Shabon (sabão)
Tabako (tabaco)
Tempura (tempero ou têmpuras)

O contrário também aconteceu. Temos algumas palavras no português que é de origem japonesa.

Biombo (byobu)
Catana (katana)
Caqui (Kaki)

Japoneira (ou Camélia – Tsubaki), uma das mais bonitas árvores dos jardins portugueses, é designada por japoneira, por ser uma espécie trazida do Japão no século XVI. Outra espécie de árvore existente em Portugal, nos Açores, trazida do Japão, é a Criptomeria ou Cedro Japonês.

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5228 ms: Connection timed out