Dicas

Profissões do futuro se conectam a tecnologia

É até estranho falar isso, mas não sabemos quais profissões irão surgir daqui a dois, cinco anos. As mudanças no mundo estão rápidas demais e as necessidades mudam na mesma velocidade. Não que as profissões mais tradicionais, como medicina, odontologia, direito, engenharia irão morrer. Não é isso, mas com certeza elas também vão precisar se adaptar.

capa do livro "Profissão: Jovem"

Um livro interessante que fala sobre o tema é o Profissão Jovem, da FTD. Nele estão reunidas oito histórias com personagens em seus primeiros empregos ou refletindo sobre futuras carreiras. São registros intensos ou pitorescos, de empregos eventuais ou revelando habilidades herdadas da família. Situações que poderiam ser vivenciadas por qualquer jovem. Além das histórias, o livro também traz entrevistas com jovens de carne e osso, que já enfrentam o mercado de trabalho, de maneira formal ou ocasional. O que pode ajudar a refletir sobre o tema.

Mas voltando as profissões do futuro, hoje vamos listar algumas atividades que estão crescendo. São elas:

Gestor de Resíduos – Em razão da crescente quantidade de lixo produzido pelas indústrias, a demanda pela carreira vai se fortalecer, também pela questão da sustentabilidade. A necessidade de estabelecer um destino sustentável a esse tipo de material, que agora é convertido em gás e energias limpas, torna o lixólogo (ou gestor de fluxos) um profissional importante. Os cursos apropriados para quem está determinado a combater os impactos de resíduos são engenharia ambiental, biologia ou engenharia química.

Biotecnólogo – O desenvolvimento de remédios e exames laboratoriais é feito pelo tecnólogo, que estuda as reações químicas dos seres vivos, seja em contato com microorganismo ou com o meio ambiente. Cursos para essa formação incluem especialização em farmácia e biotecnologia.

Designer de Jogos – O entretenimento para computadores, celulares, consoles, internet e aplicativos é um prato cheio para o designer de games. Mesmo com o problema da pirataria, o mercado dos jogos é muito lucrativo e carece de profissionais especializados. Tanto o bacharelado em design quanto o técnico em programação são válidos para a área.

Arquivista digital – Fotos, vídeos, cadastros e outros arquivos são, nos dias atuais, majoritariamente virtuais. Portanto, a profissão de arquivista digital deve se firmar. Cursos nas áreas de administração, informática e estatística garantem bons conhecimentos para se firmar na carreira.

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5204 ms: Connection timed out