Curiosidades

Qual a diferença entre lago e lagoa?

Na semana em que se comemora o Dia Mundial da Água, resolvemos falar de um assunto que pode ser uma dúvida para muitas pessoas: qual a diferença de lagos e lagoas? Para muita gente elas podem ser a mesma coisa, mas não são. Você sabe o que as diferenciam? Ambos são definidos como uma extensão de água cercada por terra, mas os lagos são maiores. Mas aí é que está o problema. Não existem dimensões mínimas ou máximas para cada um deles, o que pode gerar confusões para saber o que cada um é. O quesito básico para a distinção, além do tamanho, é a formação geológica.

A lagoa é definida como acúmulos de água em espaços rasos, podendo ser natural ou feita artificialmente. Quando são naturais, esses acúmulos acontecem geralmente em locais sofridos por depressões formadas pelo tectonismo ou geleiras. Boa parte delas estão situadas nas regiões costeiras e tem ligação diretamente com o mar, e dele recebem parte da água – o que faz com que seja salobra. Já as artificiais, podem ser criadas para enfeitar jardins e praças, ou como tanques solares usados para o armazenamento de energia termal.

Já os lagos não se formam artificialmente, a não ser que algum curso de água seja propositalmente desviado para evitar enchentes ou outros acidentes geográficos. As águas dos lagos geralmente são doce, provenientes de chuvas, de um curso de água já existente, como um rio ou a partir de uma nascente natural. A maioria dos lagos surgiu durante as glaciações do período Pleistoceno (entre 1,6 milhão e 10 mil anos atrás), quando boa parte da Terra ficava coberta de gelo.

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5208 ms: Connection timed out