Atividades

Sala de aula: explorando a química do pão

Não tem coisa melhor do que fazer um pão em casa. Ele quentinho saindo do forno, com uma manteiguinha, é uma delícia. Esse alimento universal e ao alcance diário do paladar de todos tem seus segredos colocados ao público no livro Pão – Arte e Ciência. A obra mostra que há muita sutileza na elaboração de pães, no preparo de sua massa – processo que exige medida e controle a cada passo, caso contrário, nunca se chegará a patamares de consistência e qualidades desejáveis. E é justamente a forma de fabricação que nos abre margem para esse alimento ser estudado dentro de sala de aula.

capa do livro Pão - Arte e Ciência

Uma receita básica de pão leva ingredientes bem simples, como farinha de trigo, água, fermento biológico, açúcar, margarina e sal, e o preparo envolve transformações bem visíveis que podem ser utilizadas pelo professor em uma aula de química, por exemplo. Existem vários aspectos da preparação desse alimento que podem ser utilizados pelo professor para explicar a química do pão, tais como: Qual é o papel do sal no preparo do pão? Por que, ao misturar os ingredientes, a massa adquire um aspecto forte e pegajoso? Por que a massa do pão estica sem perder a estrutura? Por que o pão fica com a cor dourada após assar? A explicação destas perguntas está relacionada principalmente com três ingredientes usados na preparação do pão: farinha de trigo, fermento biológico e açúcar.

Pesquisando, descobrirmos um experimento bem interessante que a revista Nova Escola disponibiliza para os professores. Segue a sugestão de aula e abaixo o link original.

Experimento:
Prepare três massas de pão e coloque-as em recipientes separados e cobertos com filme plástico (PVC), de acordo com o esquema mostrado a seguir:

1- 1 colher (de café) de açúcar + 1 colher (de café) de fermento químico + 13 colheres (de sopa) de farinha + 1/4 de copo de água;

2- 1 colher (de café) de açúcar + 13 colheres (de sopa) de farinha + 1/4 de copo de água;

3- 1 colher (de café) de açúcar + ¼ de tablete de fermento biológico dissolvido separadamente em ¼ de copo de água morna + 13 colheres (de sopa) de farinha.

Depois de 30 minutos, os alunos observarão que somente a massa do recipiente 3 cresceu, isso porque ela foi a única que continha fermento biológico. O fermento biológico tem como função principal provocar a fermentação dos açúcares, produzindo gás carbônico (CO2), que é responsável pela formação dos furinhos internos e pelo crescimento da massa. Isso nos mostra que a presença do açúcar é importante.

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5205 ms: Connection timed out