Curiosidades

Você conhece o Zeppelin?

Que tal viajar num balão grande, onde cabem várias pessoas? Achou estranho? Pois fique sabendo que já foi possível fazer curtas viagens num balão dirigível, em formato comprido, e mais se parecia uma avião, só que bem mais leve. O mais famoso de todos que já se ouviu falar foi o Zeppelin, um dirigível alemão. Daí você se pergunta: mas como seria esse balão dirigível? É possível viajar em um balão? Já deu, sim!

Para se entender o que era o Zeppelin, podemos comparar com aqueles balões que brincamos no parque, e que ao soltarmos, ele voa…só que bem maior, dando para caber pessoas e até viajar! Trata-se de uma aeronave, bem mais leve que o ar e que era conduzida, ou seja, dirigida, pelo homem. E o que mantém ele no ar? Uma parte do balão possui uma espécie de gás, que é menos pesado que a atmosfera, a exemplo do gás hélio ou hidrogênio, fazendo ele subir e voar bem devagar.

A ideia de criar esse tipo de meio de transporte já existia por volta de 1782. Mas foi em 1929, que um destes balões deu a volta ao mundo, sendo utilizado como meio de transporte para viagens. No Brasil, o Zeppelin passou por aqui, vindo da Espanha, em 22 de maio de 1930, passando pelo Rio de Janeiro.

Oito anos depois, o Hindenburg, que era movido a gás hidrogênio, explodiu nos ares e pegou fogo, o que fez com que fosse encerrada a fabricação deste tipo de veículo, por questões de segurança e por ser muito perigoso, uma vez que os gases utilizados são bastante inflamáveis. Por isso, se quiser voar, o mais seguro é, realmente, voar de avião!

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5207 ms: Connection timed out