Dicas de Leitura

Leituras para ler no feriado

Hoje é feriado. Nada melhor do que uma boa dica para não fazer nada e curtir uma boa leitura. A primeira delas é bem especial. É o livro O diário de um banana 12 – Apertem os cintos, de Jeff Kinney. Todo mundo sabe que o feriado de fim de ano é sempre um estresse. E para fugir dessa loucura, a família Heffley decide passar o Natal em um resort paradisíaco. Mas o que era para ser um feriadão relaxado acaba se transformando num terrível pesadelo. Ficou curioso? Não deixe de ler!

diario_banana

A segunda dica você vai gostar! É a obra Felipe Neto – a trajetória de um dos maiores youtubers do brasil, escrita pelo próprio digital influencer Felipe Neto. Do anonimato ao sucesso, Felipe Neto batalhou muito para conquistar toda a fama que tem hoje. A explosão do youtuber não se deu do dia para a noite, ao contrário, exigiu muita dedicação e amadurecimento ao longo de sua caminhada. Pela primeira vez, Felipe decidiu abrir a sua vida para os fãs e topou contar toda a sua história por trás das câmeras. Esta edição traz a trajetória e muitas curiosidades sobre um dos maiores influenciadores da internet, além dos novos projetos, jogos, papertoys, carteirinha de fã e muitos pôsteres. Tudo isso em uma publicação feita especialmente para milhões de corujas espalhadas por todo o mundo! Vai perder esse rebuliço?

felipe_neto
Por fim, a indicação é A estrutura da bolha de sabão – contos, de Lygia Fagundes Teles, ilustrada por warrakloureiro. Esta reunião de oito contos escritos por Lygia Fagundes Telles em épocas e circunstâncias diversas atesta não apenas a excelência da prosa da autora mas também a sua condição de notável “pesquisadora de almas”, conforme a definiu o crítico Nogueira Moutinho. Os protagonistas destas histórias encontram-se, em geral, numa relação crítica com as pessoas e ambientes que os cercam – e também consigo próprios. Secretos podres familiares, desenganos amorosos, vocações frustradas, o desejo extraviado, nada é confortável nessas narrativas descontínuas, que alternam descrição objetiva, discurso indireto livre e fluxo de consciência, num autêntico tour de force literário. A vida, parece nos dizer a autora, é frágil, fugaz e misteriosa como uma bolha de sabão.

bolha_sabao

Compartilhe:

Postar um comentário

*
*