Dicas de Leitura

Histórias para acender ideias e poemas para apreciar

layout_facebook_140916_4

Mais uma semana chegou e a gente se encontra novamente para indicar divertidas leituras. A primeira delas é a obra “Quem acendeu o céu?”, de Neldson Marcolin. A história fala de Clara, que mora numa cidade grande cheia de luzes fortes à noite, dessas que encobrem de tal forma o céu que mal podemos ver uma estrelinha.

quem_acendeu_o_ceu

Mas isso acaba quando viaja para uma cidade da serra. Numa dessas noites bem escuras, Clara fica encantada quando vê o céu cheio de estrelas brilhantes, e pergunta ao pai “quem acendeu o céu?”. Ao longo do livro, Clara, junto com seu pai, Leonardo, aprende a “olhar” as estrelas, as constelações, saber como se formam, o que significavam para os povos antigos e até para os indígenas brasileiros. Quando avista “um risco de luz no céu” e fica sabendo quem são as estrelas cadentes, faz imediatamente um montão de pedidos. A menina se encanta com a astronomia e começa a “conversar” com as constelações, mexericar com as Três Marias, e criar novas constelações em seu imaginário. Agora vive imaginando que seu quarto é o céu e que faz parte do Universo no meio das estrelas.

magica_de_carrossel

A segunda dica é o Mágica de Carrossel. Com os versos da poeta Elizabeth Hazin, as crianças giram alegremente com o menino em seu carrossel. Brincam porque compreendem o desenrolar desse destino. Acompanham o menino e seu cavalo, seu sonho: passo a passo, verso a verso. Um menino e seu sonho, o cavalo, o gira-gira, o carrossel. Um destino perseguido ou traçado? Ou sonhado? Apenas uma brincadeira de criança? Poesia de verdade para toda gente: pequenas e grandes. As delicadas e belíssimas ilustrações de Bruna Assis Brasil conduzem com rara competência os leitores. A cada página, uma revelação, imagem e palavras juntas, sentido e destino sendo construídos aos poucos. Para, por fim, compreender a mágica do menino e seu cavalo e desfrutar da alegria de girar em um carrossel.

em_cima_daquela_serra

Por último, a gente sugere o Em cima daquela serra. Neste poema de Eucanaã Ferraz ilustrado por Yara Kono, além de passar boi e passar boiada, como na parlenda tão conhecida pelas crianças, outros bichos e outras coisas andam por aquele morro – uma égua pintada, goiaba e goiabada, carro e caminhão, balão colorido e avião. O que é que está passando em cima daquela serra? E às vezes até não passa nada.

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5205 ms: Connection timed out