Dicas de Leitura

Tempo de férias e leituras

As férias estão só começando. E nada melhor do que leituras divertidas e cheias de aventuras. Por isso, a primeira dica é O Triângulo do dragão, de Robert Ripley. Os alunos do Colégio Ripley possuem habilidades espantosas: capacidade de conduzir eletricidade, força sobre-humana, poderes telepáticos, controle sobre as condições atmosféricas entre outras. Os sete jovens mais talentosos foram convidados para participar de uma agência secreta: Agência de Investigações Ripley (AIR). Ela fica localizada no subterrâneo da escola, de onde os garotos são enviados a missões perigosas em todo o mundo para investigar aparições de criaturas fantásticas e acontecimentos estranhos. Em suas incríveis aventuras em busca do insólito e do bizarro, o grande desafio será distinguir a ficção da realidade. Acredite se quiser! Em O triângulo do dragão os agentes da AIR recebem a missão de encontrar uma criatura misteriosa que está aterrorizando a costa do Japão. As testemunhas dizem se tratar de um dragão marinho que vive no oceano Pacífico, na área conhecida como Triângulo do Dragão. Diz a lenda que neste local ocorreu o desaparecimento de diversos navios.

triangulo_dragao

Na sequencia, uma boa sugestão é A roupa do rei, de Eliardo Franca. Quatro animais – o rato, o pato, o gato, o tatu –, um rei com a roupa roída e muita confusão! O rato foi quem roeu a roupa do rei. O rei, urrando de raiva, quer que peguem o ousado animal. Mas nem o pato, nem o tatu, nem o gato conseguem pegar o ligeiríssimo rato e ainda têm, assim como o rei, suas roupas roídas. As ilustrações muito coloridas, com o traço característico de Eliardo França, chamam a atenção pela riqueza da expressividade. O texto de Mary França, estruturado com palavras repetidas e frases de fácil assimilação, possibilita explorar jogos verbais, além de permitir brincar com o significado e a sonoridade das palavras.

roupa_do_rei

Por fim, a dica é a obra Querida Théo, de Anne Vantal, ilustrador por Marc Boutavant. Desde que seus pais se separaram, Léa, uma garota de nove anos, torce o nariz para todas as namoradas do pai. Mas isso muda quando ela conhece Théo, uma grega alegre e extrovertida que a deixa encantada. Embora a nova namorada do pai fale com um sotaque bastante esquisito – e nem seja tão bonita -, as duas tornam-se grandes amigas. Com Théo, Léa descobre as danças, a cozinha, as canções e, sobretudo, os heróis e lendas gregos, entre eles Ulisses e Alexandre, o Grande. Um dia, Théo sai da vida do pai de Léa de repente, e ele impede a filha de se comunicar com ela. A garota, arrasada, acaba obedecendo, mas nunca se esquece da amiga de Atenas e de suas histórias, que marcaram profundamente a sua vida. Quando está prestes a completar dezoito anos, Léa finalmente descobre o e-mail dessa mulher de quem sente tanta falta. Ela cria coragem e manda uma mensagem, que dá início a uma nova amizade com Théo. Querida Théo conta, com bom humor, uma história sobre amizade e perda, sobre as alegrias e as tristezas da infância.

querida_theo

Compartilhe:

Postar um comentário

*
*