Curiosidades

A importância do petróleo e seus derivados

A gente ouve muito falar em petróleo. Por causa dele, muita guerra já aconteceu, sem falar que ele impacta diretamente na economia mundial. Mas afinal, por que se fala tanto de petróleo? Ele serve pra que? Ele é uma fonte de energia, responsável por 35% do consumo total de energia no mundo utilizada, inclusive, na fabricação de gasolina e óleo diesel.

Assim como seus derivados, o petróleo é de grande importância para vários setores da sociedade, indústria, meios de transporte e a cadeia econômica. Estes são matéria prima para fabricação de plástico, detergentes, explosivos, borracha sintética, tintas, corantes, solventes, entre outros. De origem fóssil, o petróleo é uma substância oleosa e inflamável, composto por átomos de hidrogênio e carbono (hidrocarboneto). De cor negra ou castanho escuro, o rico produto é encontrado em camadas profundas, bem abaixo da superfície. Geralmente em locais de bacias sedimentares, quase sempre em regiões oceânicas, quase sempre, no Oriente Médio. Nós, brasileiros, somos detentores desta grande fonte de energia, e um dos maiores produtores do mundo.

Para entender um pouco mais sobre o assunto, a nossa sugestão é a leitura da obra do grande autor Monteiro Lobato, Escândalo do Petróleo e Georgismo. “Não perfurar e não deixar que se perfure”. Esta era a situação que Monteiro Lobato, o grande ativista de sua época sobre a exploração do petróleo, diagnosticou no Brasil. Ele simplesmente não admitia que num país de enormes dimensões, e num continente no qual as descobertas se multiplicavam, não houvesse um esforço para explorar a fonte de energia que substituía rapidamente o carvão naquela primeira metade de século 20.

O livro deu origem às principais bandeiras do movimento da sociedade civil que viria anos depois contribuir para a criação da Petrobras. Lançado em 1936, originalmente, o livro relata a aventura vivida pelo próprio escritor, que reuniu capital de pequenos investidores e tentou por dez anos encontrar petróleo no subsolo brasileiro. Já o texto Georgismo e comunismo, que compõe a edição da Globo, é de 1948. Nele o autor apresenta o pensamento econômico do norte-americano Henry George, como forma de promover avanços sociais numa democracia capitalista e assim evitar a ameaça comunista que havia se tornado realidade com a participação da União Soviética na vitória sobre as forças do Eixo na Segunda Guerra Mundial.

 

 

 

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5206 ms: Connection timed out