Curiosidades

A língua é para falar ou ter paladar?

Já pensou que chata seria a nossa vida se a gente não pudesse sentir o sabor de deliciosas guloseimas ou das frutas? Pois é, a nossa língua, que não serve somente para falar, também foi feita para sentirmos o gosto dos alimentos, e ter o prazer do paladar, um dos cinco sentidos que o ser humano é capaz de ter.

Antes de mais nada, vale esclarecer que sabor e gosto são coisas diferentes. Sim, porque o sabor vem da combinação do paladar com o olfato, outro sentido humano. O olfato é responsável por 90% e o gosto por 10%. Seria então gosto cheiroso ou cheiro gostoso? Deixa pra lá! Mas a verdade é: como é que a gente sente o sabor das coisas na língua? Simples…bom, nem tão simples, mas vamos lá!

Na parte de cima da nossa língua nós temos pequenas elevações, que são chamadas de papilas gustativas ou linguais. Estas são formadas com células sensoriais, ligadas a terminações nervosas, responsáveis por captar o estímulo dos sabores. E assim, somos capazes de identificar quatro sabores primários: doce, salgado, azedo ou ácido e amargo. Mais recentemente, foi descoberto mais um: umami, que é algo perto de “muito saboroso” e que está presente em muitos elementos, sejam naturais ou artificialmente, tal qual os realçadores de sabor encontrados nos pratos da culinária oriental. O primeiro umami que experimentamos, é o sabor do leite materno.

Durante muito tempo fomos ensinados que existiam regiões especificas em nossa língua para sentir cada tipo de sabor. Mas cientistas descobriram que não é bem assim. A capacidade de sentir os sabores não é feito em separado, mas distribuídos por todas as partes da nossa língua. Quer fazer o teste? Coloque vários tipos de alimentos e distribua por partes distintas da língua e depois conte pra gente!

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5206 ms: Connection timed out