Curiosidades

As criaturas mais incríveis da pré-história

Quando falamos nos animais da pré-história vem sempre a nossa cabeça o dinossauro, aqueles de formatos bem tradicionais, que passam nos cinemas, e até que já falamos por aqui. Mas naquela época também tinham uns bichos com aparência nada normais, podemos dizer assim.

Um deles é o Quetzalcoatlus, um pterossauro que habitava a América do Norte há cerca 84-65 milhões de anos. Foi o maior pterossauro conhecido e tinha a maior envergadura de qualquer animal voador conhecido. Ele tinha o tamanho de uma girafa, isto é, 12 metros!

O Dunkleosteus terrelli é de fazer medo. Ele era um dos manda-chuvas dos oceanos, isto é, ele era um predador voraz. Viveu há mais de 360 milhões de anos, durante o período Devoniano, mais conhecido como Idade dos Peixes, pela grande biodiversidade marinha que existiu nesse período. A sua cabeça e seu tórax era coberto com placas duras parecidas com uma blindagem que chegavam a 5 cm de espessura.

Na pré-história também tinha o Megatério, ou Besta gigante, que é um ancestral pré-histórico do bicho-preguiça e, devido a seu tamanho, foi chamado de Megatherium americanum (do grego, mega=grande e therion=besta). Era do tamanho de um elefante de porte médio e comia folhas em enormes quantidades. Os exemplares adultos superavam os 6 metros de altura e pesavam várias toneladas. Os habitantes da Idade da Pedra compartilharam sua existência com as últimas preguiças gigantes viventes. Geralmente, estes seres faziam parte de um ecossistema conhecido como megafauna.

E por fim vamos apresentar a vocês o Nuralagus rex, um coelho gigante que vivia há cerca de 3 milhões de anos atrás. O animal, descrito a partir de centenas de fósseis – incluindo um crânio quase completo –, tinha mais do que o dobro do tamanho do maior coelho encontrado atualmente na natureza. Ele media quase 1 metro de comprimento!

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5205 ms: Connection timed out