Dicas de Leitura

Desenhando e contando histórias

Essa semana falamos sobre como é bom desenhar, incentivar os pequenos à criatividade. Então, nada melhor do que dar uma mãozinha com histórias estimulantes. A primeira sugestão é Desenhando faces, de Ed Emberley. O americano Ed Emberley, de 76 anos, adora passar o tempo ensinando sua netinha a desenhar. E está orgulhoso de como ela aprende rápido. Na verdade, o vovô Ed começou ensinando seus filhos na década de 1960 e não parou mais. Depois de anos trabalhando como ilustrador de livros infantis, ele passou a fazer seus próprios livros. E resolveu ensinar as crianças a desenhar de um jeito bastante simples. No Brasil, seu primeiro livro, Desenhando com os dedos, alcançou enorme sucesso. Agora chegou a vez de Ed ensinar a desenhar caras de todos os tipos. Desenhando faces mostra como desenhar diversos tipos de rostos e feições a partir de elementos simples como quadrados, círculos, triângulos e outras formas já conhecidas pelas crianças. Com traços básicos, a criança poderá desenhar meninos, soldados, palhaços, bichos e até extraterrestres!

desenhando_faces

Seguindo a mesma linha, do mesmo autor, indicamos o Desenhando animais. Você sabe desenhar um leão feroz? E um cão bassê vestindo suéter? O desenhista norte-americano Ed Emberley garante que qualquer pessoa pode desenhar. “Não importa a idade, a nacionalidade ou o talento”, afirma ele.

desenhando_animais

É por isso que os livros de Ed Emberley fazem sucesso no mundo inteiro. Agora ele ensina a desenhar animais. Neste livro, o leitor aprende a criar jacarés, elefantes, corujas e muitos outros tipos de animais com alguns poucos traços. A técnica passo a passo mostra que desenhar não é, com o perdão do trocadilho, nenhum bicho-de-sete-cabeças!

desenho_de_infancia
Por último, indicamos Desenho de infância, de Jonas Ribeiro. Trata-se de uma história de trânsito, que poderia passar despercebida, como tantas outras. Porém, aqui Jonas Ribeiro nos pega além. O desenho que o menino faz enquanto espera que o tráfego flua é o desejo da criança de rua, que ao recebê-lo como presente readquire o brilho nos olhos e fica – simplesmente – feliz. Solidariedade no cotidiano.

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5206 ms: Connection timed out