Dicas de Leitura

Leituras, diálogos muito mais

layout_facebook_140812_4

Essa semana a gente tem dicas muitos bacanas de leitura. A primeira delas é o livro Bruxa não, de Mara Monteiro.

bruxa nao

Quem disse que bruxa tem que ser má? Nesse livro você vai se encantar com a bruxinha, que por conta de um ilustrado, de coração mole, vai cedendo aos encantos de sua criação e acaba transformando uma bruxinha geniosa em uma fadinha maravilhosa.

dialogos fabulosissimos

Outra boa opção de leitura é a obra Diálogos fabulosíssimos, de Gilles Eduar. O francês Jean de la Fontaine (1621-95) dedicou-se a diversos gêneros da literatura, mas foi com a publicação de suas fábulas que ele adquiriu grande fama. São mais de duzentas histórias, escritas em versos de maneira sofisticada e agradável, que encantaram crianças e adultos do mundo todo. Gilles Eduar retomou algumas das mais conhecidas e as recontou em forma de diálogo. São conversas divertidas e muitas vezes surpreendentes, pois o autor subverte a moral contida na fábula clássica e a reinterpreta de forma criativa e original, apresentando outro desfecho ou outro ponto de vista sobre a moralidade que ela inspira. Assim, na nova versão da história da Cigarra e da Formiga, por exemplo, a Cigarra convida a Formiga a ir a uma festa onde vai tocar e cantar, e a pequena trabalhadora, que nunca pensara que podia se divertir, topa pagar o ingresso para assistir ao show da amiga artista. No caso do diálogo entre o Sapo e o Boi, se na primeira versão a personagem era uma Rã invejosa que incha até estourar, nesta o Sapo acaba sendo convidado pelo Boi a conhecer sua prima Vaca. Além dessas, o livro é composto de outras dezoito conversas fabulosíssimas – entre a Cegonha e o Lobo, o Carvalho e o Caniço, a Lebre e a Tartaruga, o peixinho e o pescador, o Leão e o Mosquito, o rato urbano e o rato do campo, o Rato e o Leão… Ao final do volume, o autor apresenta, de forma resumida, as histórias como La Fontaine as contou, para que o leitor possa comparar as duas versões, e quem sabe se animar para criar a sua.

pais

E por último, que tal uma leitura para interagir com os pais? A obra Como ensinar seus pais a gostarem de livros para crianças, de Alain Serres e Bruno Heitz, é um livro para todas as idades, dos pequenos leitores aos educadores, particularmente àqueles que trabalham com a formação de leitores literários. De forma lúdica e bem-humorada, os autores provocam os adultos, estimulando-os a conhecer e mergulhar no universo encantador do livro para crianças. Um livro recheado de ideias geniais que vai ajudar as crianças a convencer qualquer adulto de como ler pode ser divertido, ou engraçado, ou assustador, ou fantástico, ou triste, ou emocionante, ou tudo isso junto.

 

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5205 ms: Connection timed out