Dicas de Leitura

Obras para ler com a família e se divertir

As sugestões de leituras desta semana estão super legais e cheias de aventura, poesia e mistérios.

258130-gg

A primeira dica é o livro O Gênio do Crime, de João Carlos Marinho e ilustrado por Mauricio Negro, que foi a obra que inaugurou a turma do gordo. Seu Tomé é um homem bom, proprietário de uma fábrica de figurinhas de futebol. Existem as fáceis e as difíceis, fabricadas em menor quantidade. Quem enche o álbum ganha prêmios realmente bons. Mas surge uma fábrica clandestina que fabrica as figurinhas difíceis e as vende livremente. O número de álbuns cheios aumenta e seu Tomé não tem mais capacidade de dar todos os prêmios. Há uma revolta, as crianças querem quebrar a fábrica. Edmundo, Pituca e Bolachão, e mais adiante, Berenice, entram em cena para descobrir a fábrica clandestina. Acontece que não se trata de simples bandidos. A quadrilha é chefiada por um gênio do crime. O Gênio do Crime foi lançado em 1969. Rapidamente as crianças se apaixonaram e as edições foram se sucedendo por gerações.

1093947-gg
Na sequencia, a indicação é a obra Graça Infinita, de David Foster Wallace. Os Estados Unidos e o Canadá já não existem: eles foram substituídos pela poderosa Onan, a Organização de Nações Norte-Americanas. Uma enorme porção do continente se tornou um depósito de lixo tóxico. Separatistas quebequenses praticam atos terroristas e a contagem dos anos foi vendida às grandes corporações.  Graça infinita foi o último grande romance do século XX e teve um impacto duradouro e ainda difícil de ser aferido. Ora cômico, ora doloroso, ele encapsulou uma geração ligada à ironia e ao entretenimento, mas desconectada da imaginação, da solidariedade e da empatia. É uma exuberante e original investigação do que nos torna humanos – e um desses raros livros que renovam a ideia do que um romance pode ser.

326538-gg

Por fim, Ou isto ou aquilo, de Cecilia Meireles, um dos mais belos clássicos da poesia brasileira, que aborda os sonhos e as fantasias do mundo infantil – a casa da avó, os jogos e os brinquedos, os animais e as flores, tudo ganha vida nos poemas de Cecília Meireles. A publicação recebeu posição de destaque na literatura infantil brasileira, por ter imprimido sua marca na memória afetiva de várias gerações de leitores. Esta não é uma obra somente para crianças, pois Cecília se revela. A obra já inicia com a maneira dela de ver a vida, sempre relacionada à questão da escolha.

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5205 ms: Connection timed out