Curiosidades

Um passeio arqueológico pelo agreste da Paraíba

Quem gosta de desbravar a natureza e saber mais sobre a história dos nossos antepassados não pode deixar de conhecer de perto os sítios arqueológicos que existem pelo Brasil. O assunto é tão interessante que este ano já falamos sobre a Serra da Capivara. Para lembrar desse passeio clique aqui. Hoje, nós temos outro roteiro que é muito visitado, principalmente por que mora em Pernambuco e Paraíba. É a Pedra do Ingá, que fica no município do Ingá, agreste paraibano. Esta pedra foi o  primeiro monumento arqueológico tombado como patrimônio nacional em 1944.

Identificado pelos arqueólogos como “itaquatiara”, o que em tupi-guarani significa “pedra pintada”, o bloco rochoso possui desenhos esculpidos em baixo-relevo que aguçam o imaginário dos místicos e despertam a curiosidade até dos mais céticos. A Pedra do Ingá fica à marquem
do riacho Bacamarte, mede 24m de comprimento e 3,8m de altura.

Os símbolos esculpidos com apurada técnica na enorme pedra, lembram figuras humanas e animais; linhas onduladas remetem ao movimento das águas; há contornos curvilíneos, círculos pendulares e formatos cônicos que assemelham-se a foguetes.

Segundo historiadores e arqueólogos, as inscrições pertenceram a uma cultura extinta entre 2.000 e 5.000 anos atrás. Não se sabe a data certa das inscrições, pois a pedra está numa área fluvial onde não há vestígios orgânicos nem utensílios cerâmicos, objetos ou tecidos com desenhos semelhantes àqueles encontrados na rocha.

Museu de história natural – No complexo da pedra do Ingá há um pequeno museu de história natural, criado em 1996, que possui em seu acervo fósseis de animais extintos há mais de 10 mil anos. Alguns desses fósseis – animais da fauna pleistocênica da região de Ingá e instrumentos de pedra polida – foram descobertos pela própria fundadora do museu, a historiadora e paleontóloga Mali Trevas. Há também peças vindas do litoral paraibano, como o esqueleto de baleia e o gastrópode (molusco) fossilizado, ambos de origem triássica (entre 251 e 199 milhões de anos atrás).

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5205 ms: Connection timed out