Autores

Grandes nomes das artes: Lygia Bojunga

Esta semana comemoramos o Dia da Mulher. Como não poderia ser diferente, o nosso Grandes nomes das artes deste mês homenageia um grande nome feminino, a escritora brasileira Lygia Bojunga Nunes, conhecida apenas como Lygia Bojunga. Autora de livros infanto-juvenis, ela nasceu em 26 de agosto de 1932, em Pelotas (RS), mas viveu a maior parte de sua carreira no Rio de Janeiro. Ao longo de sua vida estudou teatro, atuou como atriz e trabalhou no rádio e televisão. Suas obras se caracterizam pela mistura entre a fantasia e realidade, abordando questões sociais com humor e lirismo. Ela praticamente conversa com o leitor, fazendo os objetos de suas histórias ganharem vida.

Conhecida por obras como “Angélica” (1975), “A Bolsa Amarela” (1976), “A Casa da Madrinha” (1978) e “O Sofá Estampado” (1980), ela foi uma das primerias autoras fora do eixo Estados Unidos-Europa a receber, em 1982, o Prêmio Hans Christian Andersen, uma importante premiação concedida à literatura infanto-juvenil. Ela também foi a primeira escritora infanto-juvenil a receber o prêmio Astrid Lindgren Memorial Award, criado pelo governo da Suécia.

Hoje, Lygia está à frente dos negócios de sua editora, a “Casa Lygia Bojunga”, onde publica seus livros, e pela Fundação Cultural Casa Lygia Bojunga, no Rio de Janeiro, que desenvolve desde projetos socioeducativos com o intuito de estimular a leitura e popularizar o livro para crianças e jovens.

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5206 ms: Connection timed out