Dicas de Leitura

Leituras sobre arte primitiva e histórias diversas

Esta semana a gente conheceu um pouco mais sobre o homem da Pré-História e sua arte rupestre. Pensando na importância do tema, a gente indica a obra Arte Rupestre, de Hildegard Feist. O livro fala sobre a arte rupestre, daquelas imagens desenhadas, pintadas ou gravadas que os homens pré-históricos, na “infância da humanidade”, deixaram na superfície de pedras naturais, muitas delas em cavernas. Muitos desenhos que eles fizeram sobreviveram ao tempo e hoje podemos admirá-los. Como não podemos ver todas essas imagens num só livro, selecionamos algumas das mais famosas ou mais impressionantes.

arte_rupestre

Ainda na época da nossa temática do mês, que tal conhecer e ler sobre animais primitivos também? A sugestão é o livro A historia de um fóssil de dinossauro, de Jacqui Bailey e Matthew Lily. Como um dinossauro vira fóssil? Os escritores Jacqui Bailey e Matthew Lilly simplificaram o processo de fossilização (que leva anos), sem perder nenhum detalhe, e contam às crianças de todas as idades a história de um dinossauro faminto que, em busca de alimento, acabou perdendo a vida, mas permaneceu para a posteridade.

a_historia_de_um_fossil

Por fim, a indicação é a obra Historias para quase todos os gostos, de Moacyr Scliar, com contos e crônicas. Suave e às vezes radical, a narrativa de Scliar flui nas páginas deste livro, oscilando entre o cotidiano e o fantástico. O leitor se vê preso às artimanhas do mestre e, quando este se propõe a escrever histórias para (quase) todos os gostos, o resultado é uma viagem ao prazer da leitura. De tudo, um pouco. E para semear o prazer de ler vale tudo.

historias_para_todos_gostos

E todos são contemplados: os que gostam de profecias, viagens, fantasias dialéticas, mistérios artísticos, parques de diver­sões, televisores, futebol, gente famosa, temas bíblicos, detalhes eruditos, controle re­moto, automóveis, etc, etc, etc, etc… Histórias: “A vaca” “Na minha suja cabeça, o holocausto” “O dia em que matamos James Cagney” “O sindicato dos calígrafos” “As ursas” “As pragas” “A orelha de Van Gogh” “O velho Marx” “Trem fantasma” “Os turistas secretos” “Cego e amigo Gedeão à beira da estrada” “Queimando anjos” “Zap” “Notas ao pé da página” “Memórias da afasia” “O anão do televisor” “Espaço vital” “Shazam” “A noite em que os hotéis estavam cheios” “O dia seguinte” “O amante da Madonna” “Bronze” “Pênalti”.

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5206 ms: Connection timed out