Curiosidades

Maracatu de Baque Virado e Maracatu de Baque Solto: qual a diferença entre eles?

Vai chegando o Carnaval e a riqueza de ritmos toma conta das ruas. Quem curte a festa em Pernambuco tem o prazer de sentir de perto o som dos maracatus, tanto o de Baque Solto quanto o de Baque Virado. Mas qual a diferença entre eles?

O Maracatu de Baque Virado tem suas raízes religiosas ligadas aos povos com origens de matriz africana, principalmente pela chegada de diversas nações vinda de diferentes regiões do continente Africano, entre esses povos, o que Pernambuco mais recebe influencia são dos povos Nagôs, Jejes e Ketus. Com menos influência, porém

presente, os povos Bantos e Moçambicanos. A maioria das Nações de Maracatus de Baque Vidado (Nação) estão localizadas em sua maioria nos centros urbanos.

No Maracatu de Baque Solto, também conhecido como Rural, observamos sua origem e seu nascimento ligados aos engenhos canavieiros, nos interiores, longe dos centros urbanos. A referência

religiosa nasce das influências dos Povos Indígenas e Africanos, formada pela fusão de espíritos de Pretos, Pajés indígenas, Agricultores, Capangueiros, espíritos com vivências ligadas ao interior do Brasil. Fruto dessa miscigenação única existente no em nosso país.

Personagens e Instrumentos – Outras diferenças estão nas estéticas dos personagens e instrumentos. Em quando o Maracatu de Baque Virado tem na figura maior, o batuqueiro, pessoa que toca o Tambor. O Maracatu de Baque Solto tem na figura do Caboclo de Lança a sua figura singular com seus chocalhos (Surrão) e lança na mão.

Compartilhe:

Failed to connect to api.facebook.com port 80 after 5205 ms: Connection timed out